top of page

Indicação e Time da cirurgia na endocardite infecciosa



Vamos resumir de forma rápida e objetiva, quais são as indicações para se realizar a cirurgia na endocardite valvar e o timing da cirurgia, se deve ser operada de emergência, urgência ou eletiva.


Basicamente a indicação de operação é devido a:

  1. Insuficiência cardíaca

  2. Infecção descontrolada

  3. Prevenção de embolia


Indicações/Timing


Insuficiência cardíaca:

  • Endocardite infecciosa (EI) de valva aórtica/mitral ou de prótese valvar com regurgitação aguda severa OU obstrução valvar OU fístula, causando de forma refratária edema agudo ou choque cardiogênico, EMERGÊNCIA

  • Endocardite de valva aórtica ou mitral com regurgitação aguda severa ou obstrução valvar e insuficiência cardíaca persistente ou sinais ecocardiográficos de baixa tolerância hemodinâmica (fechamento mitral precoce ou hipertensão pulmonar). URGÊNCIA

  • EI aórtica ou mitral ou deiscência protética grave com regurgitação grave e sem insuficiência cardíaca. ELETIVA

  • Insuficiência cardíaca direita secundária a regurgitação tricúspide grave com má resposta à terapia diurética. URGÊNCIA/ELETIVA

Infecção descontrolada:

  • Infecção localmente descontrolada (abscesso, falso aneurisma, fístula, crescimento de vegetação). URGÊNCIA

  • Febre persistente e hemoculturas positivas por mais de 7 a 10 dias e não relacionadas a causa extracardíaca. URGÊNCIA

  • Infecção causada por fungos ou organismos multirresistentes. URGÊNCIA/ELETIVA

  • Endocardite de prótese valvar (PVE) causada por estafilococos ou bactérias gram-negativas. URGÊNCIA/ELETIVA

Prevenção de embolismo:

  • EI aórtica ou mitral ou PVE com grandes vegetações (>10 mm) após um ou mais episódios embólicos, apesar da terapia antibiótica adequada. URGÊNCIA

  • EI aórtica ou mitral ou PVE com grandes vegetações (>10 mm) e outros preditores de curso complicado (insuficiência cardíaca, infecção persistente, abscesso).URGÊNCIA

  • Endocardite de valva aórtica ou mitral ou protese valvar com vegetação muito grande (>15mm). URGÊNCIA

  • Vegetações persistentes da válvula tricúspide >20 mm após embolia pulmonar recorrente. URGÊNCIA/ELETIVA


Para facilitar a visialização irei colocar abaixo a tabela retirada do livro do Kirklin Barratt Byeres - Cardiac Surgery 2013. pagina 692.


E em pacientes com eventos neurológicos devido a endocardite infecciosa?


O risco de operação urgente para EI complicada por AVC permanece controverso. Mas em resumo.

  • Operação deve ser adiada pelo menos 4 semanas após hemorragia intracerebral.

  • Por outro lado, vários estudos demonstraram que a circulação extracorpórea não é particularmente perigosa (risco de piora do evento neurológico 3%-6%) em pacientes com infarto cerebral sem hemorragia ou naqueles com aneurisma micótico cerebral. De fato, foi demonstrado que os aneurismas micóticos regridem na presença de uma operação cardíaca adequada e terapia antibiótica continuada. De qualquer forma se paciente estável é mais seguro esperar 4 semanas de antibiótico porém caso apresente insuficiência cardíaca refratária e AVC isquêmico o ideal é operar dentro de 72h.


REFERÊNICA BIBLIOGRÁFICA:

Kirklin Barratt Byeres - Cardiac Surgery 2013. pagina 692.

Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
bottom of page