top of page

Cirurgia vs. TAVI em Jovens de Baixo Risco: Estudo NOTION-2 liga o alerta sobre a Válvula Bicúspide”


Resumo e Reflexão do Estudo NOTION-2


Imagem do paper NOTION-2

Clique na imagem acima para acessar o link do estudo e baixar o PDF


Introdução e objetivo: 

O estudo NOTION-2 comparou a substituição da válvula aórtica transcateter (TAVI) com a substituição cirúrgica da válvula aórtica (SAVR) em pacientes jovens (≤ 75 anos) de baixo risco com estenose aórtica (AS) grave e sintomática, incluindo válvulas aórticas tricúspides e bicúspides (este grupo foi amplamente excluído de ensaios anteriores de "baixo risco")


Método  & desfecho primário:

  • Estudo multicêntrico e randomizado

  • O desfecho primário consistia em  avaliar a incidência de morte por qualquer causa, AVC ou re-hospitalização (relacionada ao procedimento, insuficiência valvar ou cardíaca) em 12 meses após o procedimento.


Resultado do desfecho primário

O estudo incluiu 370 pacientes, com uma idade média de 71,1 anos. TAVI e SAVR mostraram taxas semelhantes do desfecho primário em 1 ano (TAVI 10,2%, SAVR 7,1%; p=0,3). 


E os resultados em pacientes com valva aórtica bicúspide?

Em pacientes com AS bicúspide, o TAVI apresentou uma taxa de eventos adversos maior (14,3%) em comparação com a cirurgia (3,9%). 


Gráfico do desfecho primário valva bicuspide vs. tricuspide

Qual a prótese e o acesso mais usados no estudo?

  • Dispositivos autoexpansíveis foram utilizados em 72,7% dos pacientes no NOTION-2.

  • O estudo foi desenhado para TAVI transfemoral. 


Resultado dos desfechos secundários:

  • A TAVI foi associada a menor risco de sangramento e fibrilação atrial, mas a maior risco de AVC não incapacitante, necessidade de marca-passo permanente e regurgitação paravalvular moderada ou grave (4.7% vs. 0%; P<0.01).


Gráfico do desfecho secundário

Reflexão e lições principais: 

  • O estudo NOTION-2 trouxe importantes insights sobre o uso de TAVI em pacientes jovens de baixo risco, destacando as vantagens e desvantagens em comparação com SAVR. Embora os resultados globais para o endpoint primário tenham sido semelhantes entre TAVI e SAVR, há preocupações específicas para pacientes com válvulas bicúspides, onde TAVI mostrou maiores complicações, sugerindo cautela no uso liberal desta técnica nesta subpopulação - parece obrigatório haver um estudo específico para essa população.


  • Além disso, a TAVI demonstrou vantagens em termos de menor sangramento major e menor incidência de fibrilação atrial de início recente, o que pode influenciar a escolha do tratamento para certos pacientes. No entanto, o aumento do risco de complicações como AVC não incapacitante e necessidade de marca-passo permanente com TAVI requer consideração cuidadosa na tomada de decisão clínica.


  • Os resultados do NOTION-2 sugerem que, enquanto TAVI pode ser uma alternativa viável à cirurgia para pacientes jovens com AS tricúspide, a cirurgia continua sendo a recomendação preferida para pacientes com válvulas bicúspides devido aos riscos associados. A continuidade da pesquisa e o acompanhamento a longo prazo serão essenciais para esclarecer os melhores protocolos de tratamento e melhorar os resultados para os pacientes.


Vídeo  do canal PCR que resume bem o estudo NOTION 02. Clique na imagem para assisitir. 


Observação: essa publicação faz parte do segundo Boletim Científico da Sociedade Norte-Nordeste de Cirurgia Cardiovascular. Para acessá-lo de maneira integral, clique aqui.


Referências:


Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
bottom of page