Custodiol: protocolo de utilização em transplante cardíaco


Para o sucesso de um transplante cardíaco, sabe-se que a capitação adequada é fundamental.

Um dos principais pontos é a utilização da cardioplegia de forma adequada para a proteção do miocárdio.

Os tópicos abaixo são baseados no "Protocolo de utilização em transplante cardíaco" do Custodiol, fornecido pela empresa Contatti Medical que atende as principais instituições Hospitalares públicas e privadas do país. Iremos descrever (por vezes ipsis litteris) os principais pontos do protocolo que devem ser levado em consideração para o melhor armazenamento do órgão captado.

COMO TRANSPORTAR E ARMAZENAR

  • Armazene e transporte o Custodiol entre 2 - 8 °C ;

  • Transporte o produto em caixa térmica com gelo/gelox, preferencialmente equipada com um termômetro. Na ausência deste, sugerimos utilizar um termômetro infravermelho para certificar-se da temperatura antes do uso;

  • Evite o contato direto entre o gelo e a solução utilizando uma compressa.

FIQUE ATENTO

  • Custodiol é uma solução tempo-dependente, portanto o tempo mínimo de perfusão deverá ser respeitado para que se obtenha proteção plena. Este cuidado é necessário para:

  • A obtenção do equilíbrio perfeito entre as concentrações intra e extracelulares de sódio, de forma a levar as células miocárdicas à assistolia em estado de hiperpolarização;

  • Custodiol dispensa a lavagem do órgão com qualquer outro tipo de solução;

  • Custodiol não deve, sob nenhuma hipótese, ser congelado;

  • Obtenção do tamponamento prolongado promovido pela histidina e pelo triptofano.

  • Custodiol não requer altas pressões de infusão, pois possui viscosidade equivalente à da água. Portanto, permeia os órgãos em sua totalidade, incluindo a microvasculatura, de forma mais rápida e facilitada do que soluções com maior viscosidade.

DISPOSITIVOS PARA INFUSÃO

  • Para os transplantes, entendemos que por uma questão de logística, nem sempre há circuitos de cardioplegia com bomba de rolete disponíveis no ato da captação. Recomenda-se então a utilização de dispositivos (equipamentos; extensores) específicos para infusão de grandes volumes de solução cristaloide. Não são necessários filtros, porém, o diâmetro interno destes dispositivos deverá ter 2,5 – 3 mm. Isso é importante para proporcionar uma boa vazão da solução por minuto (sem excessos), garantindo uma pressão de infusão adequada pelo tempo preconizado, sem a necessidade de dispositivos ou manobras de pressurização da bolsa.

  • Obedecendo essa orientação, ao instalarmos a bolsa, por exemplo, a 150 cm acima do nível do coração, obtemos uma perfusão com aproximadamente 110 mmHg de pressão. Da mesma forma, ao colocarmos a bolsa a aproximadamente 80 cm acima do nível do coração obtemos uma pressão de infusão em torno de 60 mmHg.

http://www.prymaxhealthcare.com/perfusion.html

ORIENTAÇÕES GERAIS

  • Durante o tempo de infusão, o coração não deverá ser manipulado, a fim de evitar a geração e transmissão de potencial elétrico de uma célula para a outra;

  • A aspiração das câmaras cardíacas e aorta permanece como de rotina;

  • CUSTODIOL® garante até 4 horas de isquemia.

TRANSPLANTE ADULTO

  • Tempo de Infusão: 10 a 12 minutos

  • Temperatura: <5 °C

  • Volume sugerido: 3 litros para infusão (2 litros in situ e 1 litro ex situ); 1 litro para transporte.

  • Pressões consideradas adequadas: em torno de 110 mmHg no primeiro minuto de infusão (até a assistolia); 50 – 60 mmHg nos minutos seguintes.

TRANSPLANTE PEDIÁTRICO

  • Lembre-se que ao contrário das demais soluções, Custodiol tem caráter tempo-dependente, portanto, a rigidez no cálculo do volume de infusão não determina sua eficácia.

  • Sugerimos pressão de infusão em torno de 80 mmHg no primeiro minuto (até assitolia) e aproximadamente 40 – 50 mmHg nos minutos seguintes. Se realizada infusão gravitacional, deve-se instalar a bolsa de Custodiol a uma altura de 110 – 120 cm em relação ao coração (no primeiro minuto de infusão) e depois a 50 – 60 cm de altura.

  • CRIANÇAS DE ATÉ 1 ANO

  • Tempo de Infusão: 8 – 10min

  • Temperatura: <5 °C

  • Volume sugerido: para perfusão in situ 50 ml/kg e para perfusão ex situ, quando necessária, mais 500 ml. Reserve também 500 ml para o transporte do órgão.

  • CRIANÇAS ACIMA DE 1 ANO

  • Tempo de Infusão: 8 – 10min

  • Temperatura: <5 °C

  • Volume sugerido: Em função da variação do tamanho do órgão entre as diferentes faixas etárias no segmento pediátrico, fazer o cálculo de 50 ml/kg respeitando o intervalo de no mínimo 1 litro e no máximo 2 litros para a perfusão in situ. Utilize 1 litro para perfusão ex situ quando necessário. Reserve também cerca de 1 litro para o transporte do órgão.

#cardioplegia #custodiol #cirurgiacardiaca #transplante #transplantecardiaco

Posts Em Destaque
Posts Recentes