top of page

Doença de Ebstein: quais são os achados clássicos no eletrocardiograma?


A anomalia de Ebstein é uma cardiopatia congênita rara que afeta a estrutura e o funcionamento da válvula tricúspide do coração. Nessa condição, a válvula tricúspide está mal formada e, principalmente, posicionada mais baixo do que o normal ( a chamada "atrialização" do ventrículo direito), gerando consequências, como regurgitação tricúspide e disfunção ventricular direita.


Com relação a sintomatologia, a anomalia de Ebstein pode causar dispneia, fadiga, cianose e palpitações, variando em gravidade, desde casos assintomáticos até comprometimento grave da função cardíaca.


O eletrocardiograma, exame barato e de fácil acesso, pode ser o primeiro achado em pacientes assintomáticos, pois a maioria dos pacientes com anomalia de Ebstein apresenta um ECG anormal.


Respondendo o questionamento dessa postagem, as características do ECG na anomalia de Ebstein incluem:

  1. Sobrecarga atrial direita: ondas P > 2,5 mm de elevação nas derivações II e V1.

  2. intervalo PR prolongado

  3. BRD

  4. Baixa voltagem do QRS nas derivações precordiais direitas.




Referências:

  1. Caliani JA, Simões LCN. Doença de Ebstein. ln: Croti UA, Mattos SS, Pinto Jr. VC, Aiello VD, Moreira VM. Cardiologia e cirurgia cardiovascular pediátrica. 2ª ed. São Paulo:Roca;2012. p. 749-60.

  2. https://www.cardioguide.ca/ebsteins-malformation/

  3. https://doi.org/10.1161/CIRCEP.113.000636Circulation: Arrhythmia and Electrophysiology. 2013;6:1148–1155


Comments


Posts Em Destaque
Posts Recentes
bottom of page