Mismatch após troca de valva aórtica


Em postagens passadas vimos como escolher o tamanho da prótese valvar aórtica, e simples passos que nos permitem calcular a área efetiva do orifício valvar indexado, ajudando-nos assim a escolher a melhor valva para cada caso.

Colocando os pontos para implante de valva aórtica - PROCAPE / Recife

Relembrando... Primeiro passo: Calcular a área da superfície corporal (ASC) do paciente.

Segundo passo: Multiplicar a ASC por 0,85 cm2/m2 encontrando a área efetiva do orifício (AEO) valvar mínima do paciente.

Terceiro passo: Escolher o tamanho da prótese valvar conforme o resultado encontrado no segundo passo e as especificações do fabricante.

Também já vimos o malefício que o mismatch pode causar quando em posição mitral.

Pois bem, agora vamos falar sobre mismatch em posição aórtica e analisar os desfechos de tal entidade – que já toma proporções epidêmicas na atualidade, com casos somando aos milhares.

Em 2019 foi publicado no European Journal of Cardio-Thoracic Surgery a maior meta analise sobre o assunto até então, envolvendo 70 estudos e somando um total de mais de 100 mil pacientes.

Os achados desse estudo chamam atenção:

  1. Mais da metade dos pacientes submetidos a troca de valva aórtica (TVAo) já saem de sala com mismatch significativo (moderado ou grave).

  2. Mismatch após TVAo já começa a impactar na sobre vida do paciente desde o pós-operatório imediato OR: 1.491, CI 95% 1.302–1.707; P < 0.001.

  3. Mismatch continua a influenciar na mortalidade com resultados negativos em 1, 5 e 10 anos de pós-operatório.

Surgical aortic valve replacement and patient–prosthesis mismatch: a meta-analysis of 108.182 patients.

Quando uma prótese pequena para superfície corporal do paciente é implantada, o mecanismo de barreira ao qual o ventrículo está submetido é apenas trocado: de estenose da valva nativa para “estenose” (valva pequena) da valva protética.

No passado, mismatch aórtico era tratado como assunto controverso na literatura, com alguns trabalhos tentando mostrar a ausência de malefícios causados por tal resultado, precoce ou tardio.

Porém, o fato é que mismatch é um fator de risco potencialmente evitável, com simples cálculos prévios a cirurgia nos indicando a valva a ser colocada, ou nos guiando a uma possível cirurgia de alargamento de anel aórtico quando necessário.

Surgical aortic valve replacement and patient–prosthesis mismatch: a meta-analysis of 108.182 patients.

Continuaremos abordando o assunto de mismatch após TVAo em próximos posts, falando sobre cirurgia de alargamento do anel aórtico e mismatch pós TAVI.

Referências:

Sá MPBdO, de Carvalho MMB, Sobral Filho DC, Cavalcanti LRP, Rayol SdC, Diniz RGS et al. Surgical aortic valve replacement and patient–prosthesis mismatch: a meta-analysis of 108.182 patients. Eur J Cardiothorac Surg 2019; doi:10.1093/ejcts/ezy466.

#aorticvalvesurgery #EstenoseAortica #Mismatch #MetaAnalise #ValvaAortica #TrocaValvaAortica

Posts Em Destaque
Posts Recentes