top of page

Ressonância ou Angiotomografia: quais são as diferenças entre as imagens?

Olá caro leitor.


Vamos direto ao ponto e responder o questionamento do título da postagem. Nas próximas linhas, iremos abordar as diferenças básicas entre a Ressonância (RM) vs, Angiotomografia (AngioTC) que pode ajudar a diferenciar esses exames durante a análise.


Nas imagens de AngioTC, os vasos sanguíneos tendem a ter uma aparência mais definida e nítida devido ao uso de contraste, que destaca os vasos contra os tecidos circundantes. Além disso, as estruturas ósseas e as placas de ateroma calcificadas (elementos de elevada densidade) também podem ser visíveis nas imagens da AngioTC devido ao uso de raios X no processo de digitalização.


Imagem de uma AngioTc de coronárias, flagrando um aneurisma coronariano. Notem como é possível analisar o cálcio presente na Aorta e coronárias.


Referência da imagem: 01


Por outro lado, nas imagens de RM, os vasos sanguíneos parecem mais suaves e podem misturar-se mais com os tecidos circundantes, gerando mais diferenciação, uma vez que pode-se, inclusive, não utilizar contraste. As imagens podem ter uma aparência mais suave em comparação com a AngioTC. Além disso, as imagens do AngioRM são melhores na visualização de tecidos moles e na distinção entre diferentes tipos de estruturas de tecidos moles.


Angiografia por RM mostrando uma dissecção aórtica tipo B. Com a AngioRM é notável o flap da dissecção e bem visível a parede da aorta. Em outras palavras, a RM é excelente em analisar tecidos moles.


Referência: 02


Pra complementar, vale outro BIZU: na RM há três técnicas para analisar vasos:

  • Contraste de fase ("phase-contrast");

  • TOF ("time-of-flight") e;

  • As técnicas de sangue escuro ("black blood"). Podemos notar um exemplo dessa técnica na imagem B da figura acima. Notem como sangue encontra-se "bem escuro" (black). Porém, independente da técnica, podemos perceber que o osso e estruturas densas quase sempre fica escuro na RM (Especialmente na modalidade T2).

Portanto, as principais diferenças a serem observadas são a nitidez e a definição dos vasos sanguíneos, a presença ou ausência de contraste e a capacidade de visualizar estruturas ósseas e cálcio.


Por fim, se for questionado qual é o melhor exame para estudar a Aorta, a resposta é: AngioTC,

Conforme a diretriz EACTS/STS 2024 (a tabela acima provém da diretriz em questão). a AngioTC ainda é a modalidade de escolha (primeira linha) para avaliar a aorta e suas patologias.


Referências

1.Barioli, A.; Visco E.; Pellizzari N.; Marzot F.; Lanzellotti D.; Favero L.; Cernetti C. Diagnostic workup and treatment options for aneurysmal coronary artery disease. Vessel Plus. 20248, 13. http://dx.doi.org/10.20517/2574-1209.2023.68

2.Front. Cardiovasc. Med., 19 February 2015 Sec. Cardiovascular Imaging Volume 2 - 2015 | https://doi.org/10.3389/fcvm.2015.00005

3.Czerny M, Grabenwo¨ger M, Berger T, Aboyans V, Della Corte A, Chen EP et al. EACTS/STS Guidelines for diagnosing and treating acute and chronic

syndromes of the aortic organ. Eur J Cardiothorac Surg 2024; doi:10.1093/ejcts/ezad426.

Comentarios


Posts Em Destaque
Posts Recentes
bottom of page